sábado, 29 de dezembro de 2012

Restrospectiva 2012: o que aconteceu no transporte em Pernambuco e no Brasil


Neste sábado, o Maxi Ônibus Olinda começa uma série especial de fim de ano. Serão ao todo três postagens, incluindo essa. As outras duas irão ao ar na próxima segunda, 31. Você vai relembrar o que marcou o ano de 2012 nos transportes, além de conferir o balanço da renovação de frota no Recife e as perspectivas para 2013.

2012 foi um ano bastante movimentado no mundo dos transportes. Desde o lançamento de novos modelos de ônibus até as polemicas envolvendo os novos terminais integrados do Recife, tudo isso marcou bastante esses últimos 366 dias.

No tocante a modelos de ônibus, tivemos o lançamento de várias carrocerias, como o Apache VIP III, no segmento urbano. Já na parte semi-rodoviária e rodoviária, destacamos o Marcopolo Audace e o Irizar i6. Aqui em Pernambuco, tivemos a consolidação do Comil Svelto V, que garantiu presença na frota de várias empresas, além dos panorâmicos da Marcopolo, que ganharam espaço nas empresas rodoviárias e de fretamento.

Créditos: Caio/Divulgação

Já nos chassis, tivemos várias novidades. A tecnologia Euro V veio para melhorar a eficiência dos motores e poluir menos o meio ambiente. Praticamente todas as fabricantes aderiram à novidade. Volkswagen (17-230 OD e 15-190 OD), Mercedes-Benz (OF-1519, OF-1721 e OF-1724), Scania, Volvo, entre outras.

Nesse aspecto, quem "amarelou" foram as empresas de ônibus, que anteciparam as compras com os motores antigos por causa do custo mais elevado do Euro V. Por isso, ainda temos uma quantidade pequena de ônibus com essa nova tecnologia circulando em nossas ruas.

Vindo para a terra dos altos coqueiros, o grande destaque do ano foi o investimento de algumas empresas em ônibus mais potentes. Os articulados de motor traseiro ganharam espaço na nossa frota. Vera Cruz, Borborema, Santa Cruz, Empresa Metropolitana e São Judas Tadeu foram as responsáveis pelas compras.


Após um longo tempo, voltamos a investir em trucados. CRT, Itamaracá e Vera Cruz apostaram nos veículos de três eixos, com uma novidade em relação ao que tínhamos aqui: o 3° eixo direcional, o que facilita a manobra e operação destes grandões de 15 metros.


O interior não ficou para trás. Caruaru e Petrolina ganharam novas empresas (Capital do Agreste e Viva Petrolina, respectivamente). O serviço de ônibus foi restruturado em alguns aspectos, e melhorou consideravelmente sua qualidade, nas duas cidades.

Quem tomou conta do pedaço em Pernambuco foi a Volvo. Em 2012, a fabricante de motores sueca ampliou sua participação no mercado pernambucano, tanto no segmento rodoviário quanto no urbano. Marcou presença nos trucados da CRT (motor B270F), nos articulados da Vera Cruz (motor B12M), e nas aquisições da Santur e da RCR.

O Maxi Ônibus Olinda também foi destaque em 2012. Nesse ano, ampliamos a interação com você, caro leitor, por meio das redes sociais, além da prestação de serviços e das nossas colunas. Onde Está Você, Modelos de Ônibus, entre outras, trouxeram um feedback importante. Além, claro, dos nossos três anos em atividade.

Mas, a grande polêmica de 2012, sem dúvida, envolve os terminais integrados da Região Metropolitana do Recife. A inauguração, em abril, do TI Aeroporto gerou várias críticas pela dependência do metrô para  chegar ao centro da cidade. E claro, a longa espera pelo início das atividades dos outros três terminais: Tancredo Neves, no Recife; Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes; e Xambá, em Olinda.

Créditos: Guto de Castro/Acervo

Os dois primeiros dependem do reforço da frota na linha Sul do metrô para inaugurar, enquanto o último precisa de adequações em um corredor de ônibus récem-inaugurado. Enquanto isso, a população sofre com a falta desses equipamentos urbanos de extrema importância. As empresas de ônibus também foram prejudicadas: investiram em ônibus com o padrão do SEI e, diante da falta de perspectiva em relação às novas integrações, acabaram colocando os veículos em linhas que não fazem parte do Sistema Estrutural Integrado.

Para terminar, não podemos deixar de falar dos corredores de ônibus que estão sendo construídos na região metropolitana. Seguindo o modelo BRT, o corredor Norte-Sul e o Leste-Oeste estão com as obras dentro do ritmo, mas ainda não tem data para inauguração. As duas obras visam a melhoria da mobilidade na RMR para a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo, em 2014.

E, para encerrar, trazemos para vocês as cinco postagens mais vistas nesse ano de 2012 aqui no blog. Relembre o que foi destaque com a gente:

- Consórcio adequa atendimento para o Shopping RioMar 
- Nápoles: 10 anos sem uma gigante do transporte pernambucano
- Homem morre em acidente na Avenida Recife
- Brasil precisa de 50 mil novos motoristas de ônibus e caminhão
- No Grande Recife, Terminal integrado de Cajueiro Seco vai possibilitar redução de tarifa nos ônibus



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Arquivo do blog